Não devemos lamentar o que consumado está, a quem destinado está. A melodia corre sutil como gotas de chuva escorrendo do telhado enquanto a dor voraz consome minhas vísceras. O que aconteceu? Tudo mudou. Não sou a mesma e já não sei quem sou...

Tudo em que acreditava pisoteei para sobreviver. E agora devo recolher meus próprios cacos da lama e descobrir o que é viver entre tantas dores e predições e tantas graças que não sei se minh'alma aguenta.

Sem destino. Pré-destinada. Isoladamente ocupada em viver e fazer viver. É hora de aceitar.

These are the seasons of emotion
And like the winds they rise and fall
This is the wonder of devotion
I see the torch we all must hold
This is the mystery of the quotient
Upon us all, a little rain must fall


Comentários

Postagens mais visitadas